Livro A Irmã de Ana Bolena – Philippa Gregory

Se você resolveu começar a ler os livros da Philippa Gregory na ordem cronológica, o livro A Irmã de Ana Bolena precisa ser o 2º. Narra de uma forma que eu nunca havia visto, sob a perspectiva da irmã da 2ª esposa do rei Henrique VIII, Ana Bolena.

Livros da Philippa Gregory – Série Tudor

O Livro A Irmã de Ana Bolena

O livro deu origem ao filme A Outra ( The Other Boleyn Girl e que assisti antes de ler), que nem chega perto da obra prima que é o livro, e acabei descobrindo depois de ler o livro, um outro filme feito direto para tv (mas que ainda não consegui assistir, chamado de “A irmã de Ana Bolena), também de nome The Other Boleyn Girl (como o livro original). Acredito que o livro A Irmã de Ana Bolena seja um dos livros mais grossos que já li e pesado também. Mas foi um dos mais rápidos e proveitosos.


Conheça o Livro - Opinião e resenha

Sinopse: Aos 14 anos e recém-casada, Maria Bolena é levada para a corte de Henrique VIII na companhia dos Irmãos George e Ana. Delicada e bondosa, Maria ganha a proteção do soberano, tornando-se sua amante. No entanto, a personalidade de Ana acaba atraindo o monarca, que a escolhe como nova concubina. A rivalidade entre as irmãs e as intrigas palacianas são os ingredientes deste delicioso romance, da inglesa Philippa Gregory. Um grande sucesso de vendas nos EUA.

Editora Record | Páginas: 626

Livro A Irmã de Ana Bolena - Philippa GregoryNo livro A Irmã de Ana Bolena, Philippa Gregory mais uma vez nos apresenta algo único. Eu sempre passava despercebida por Mary Bolena, para mim era mais uma amante do rei, e que grata surpresa que tive. É mais uma incrível história de uma mulher que praticamente não teve escolhas. Precisou fazer o que fez, pois o que importava era a satisfação de um rei e de uma família nobre, com olho apenas na riqueza, posses e títulos. Mesmo que para isso as mulheres devessem viver como prostitutas de luxo. É tão revoltante ver como o tio, o pai e até a própria mãe tratavam os filhos como ‘mercadorias’. Quando George e Ana são condenados ninguém aparenta se importar, eles se esforçam apenas para manter o próprio pescoço preso ao corpo.

Pela primeira vez, para mim pelo menos, vemos os acontecimentos pelos olhos da irmã de Ana. Desde a infância dos irmãos Bolena, a ida a França das irmãs, e a entrada na corte do Rei Henrique VIII. E mais uma vez acredito que Ana Bolena era inocente. Infelizmente isso não importava. O mínimo necessário para uma rainha era gerar um filho varão. Parece algo simples, né? Vemos tanta gente por ai que abandona os filhos, aborta intencionalmente etc, e apesar das condições da época serem precárias, e as doenças se propagando a cada m² (até hoje vemos isso pelo Brasil mesmo, e isso não impede as mulheres de parirem adoidado), o que será que culminou para essa infelicidade de Ana? Eu acho que o Henrique era amaldiçoado rs. É ele também achava, tanto que culpou Ana como bruxa. Mas isso vem desde antes dela e se perpetuou até o fim da vida de Henrique. Ou seja, ele praticamente teve tudo, mas o que mais desejou não conquistou de fato. Sua 3ª esposa até conseguiu gerar o tal filho, mas o garoto nem chegou ao fim da adolescência. Castigo?

Ana Bolena mãe de Elizabeth I

Mas Ana Bolena não fez pouca coisa não, simplesmente ela é a mãe da futura rainha Elizabeth I, uma das maiores monarcas da história da Inglaterra. Sem dúvida que nada é por acaso, e mesmo aos que duvidavam da paternidade de Elizabeth, os relatos sempre são que ela era a cara do pai.. no bom sentido claro… ah isso deve ter sido o máximo na época, um super cala boca para todos que insinuaram coisas sobre Ana.

Todo o assunto em torno da família Bolena gera muitas discussões. Eu ficaria horas aqui escrevendo sobre…. Mas não irei fazer isso rs, principalmente porque ainda restam vários livros da Philippa Gregory para eu comentar, e mais um sobre a família Bolena/Howard.

Uma observação sobre a Irmã de Ana Bolena

Foi tão romântico como foi explicado seu envolvimento com William Carey. Fiquei suspirando, deve ser muito bom você achar a felicidade, alguém que te ama infinitamente e ainda aceita você como é. Depois fui ‘googlar’ por ai, e não gostei que a Maria Bolena nem passou tanto tempo casada, morreu aos ’44’ anos, e seu marido casou novamente. Fazendo com que minha ilusão romântica se apagasse ahahhahahha. Mas sua filha mais velha Catarina (em homenagem talvez a rainha Catarina, 1ª esposa do rei (que diz ser bastarda do rei Henrique, junto com o outro filho dela chamado Henrique), cresceu bem, até viveu na corte, casou, e sua filha mais velha, Lettice, é ancestral de personalidades como Charles Darwin, Winston Churchill, Diana, princesa de Gales, Elizabeth Bowes-Lyon e Sarah, duquesa de York (de acordo com a wikipédia). Ai adoro isso. Sou revoltada por não conseguir fazer o mesmo com a minha ‘linhagem’.

Mais uma observação sobre o livro A Irmã de Ana Bolena

Com 80% das páginas lidas “Está no auge do bom.. quero q acabe logo para ver como vai ser. Desejo que Mary, pelo menos ela, acabe feliz… mas também ñ quero q chegue ao fim. História incrível, louca e envolvente. Com 100% das páginas lidas “Acabou? Odeio quando acaba. E não acredito q eles viveram tão pouco tempo juntos.. saco. Mas ela deve ter sido feliz né.. apesar de tudo e da família imbecil”. O livro peca no final, acaba os finalmentes sendo conduzidos muito rápidos, e quase sem finalizar direito.

O Livro A Irmã de Ana Bolena é leitura obrigatória aos amantes do romance, da história, da vida, das pessoas (ah e os adoradores de belas capas também).

Click Here to Leave a Comment Below

TOP