Livro: Eu roubei a Jules Rimet


Fiquei tão feliz em saber que um conhecido havia publicado um livro. E ele cedeu um exemplar, mas só no último domingo que consegui ler… ele é bem fininho e li em algumas horinhas. Apesar do assunto do livro ser sobre futebol, que até gosto da idéia do esporte, mas não da cegueira e paixão nacional unicamente sobre ele. E aqui no Brasil infelizmente é perdido assim….Eu me senti muito bem com a leitura, o autor escreve muito bem, e teve uma idéia bem criativa.

Sinopse: Esta é uma história fictícia, uma versão diferente para o roubo da taça Jules Rimet. É contada com humor e se confronta com a história real, também aqui contada. Mas a história real é imbatível no humor, embora trágica. A proposta é que os leitores julguem qual é a melhor ou a mais digna.

Autor: Manoel Baruque | Editora: Publ!t | Páginas:85
Tempo de leitura: 1 dia | Comprar: R$ 23,70

O assunto nem é algo que me agrada… mas a forma como o autor transcreve a trajetória do roubo fictício da taça.. e também toda sua paixão pelo futebol foi muito boa de ler. E assim ele conta, através do autor do roubo fictítcio, sobre todas as copas de 1950 a 2010 e nelas incluindo a sua vida.. suas previsões.. fala até de aspectos políticos.. geográficos.. eu adoro história.. como alguns puderam perceber, então ler as curiosidades de como que era antes.. sem tv.. os jogos narrados só pela rádio.. e ainda de uma forma precária.. achei engraçado ele falando que dava para ouvir o mar hihihhi.. e depois quando passaram a ser televisionados, mas apenas pelo videotape.. ou seja você ouvia ao vivo na rádio no dia do jogo e no dia seguinte que via pela tv.. e depois só na copa de 70 que passou a ser transmitida ao vivo.. e imagina comparar com a de 2010.. que realmemente foi um espetáculo de transmissão.. com toda a tecnologia disponível.. que simplesmente parecia que estávamos lá pessoalmente..
O que é de mais chamativo foi a nova versão para o roubo (que lógico é o tema principal do livro).. muito bem bolado e conseguiu até mesmo se relacionar com a versão oficial… que também é contada no livro (eu realmente não sabia da história direito rs). Mesmo para mim que não curto  futebol, gostei.. imagina aos amantes dessa paixão nacional. Recomendo!


Promoções rolando no blog:
– Livro “Perfeitos” (até dia 20/11)
4 livros da série House of Night (até 01/12)
Livro “Pobre não tem sorte” (até dia 01/12)

, ,

13 respostas para “Livro: Eu roubei a Jules Rimet”

  1. Vc naum tem vergonha naum??? Roubar a Jules Rimet??? E ainda assume em blog internacional… ashauhsuahsau… Esse é o livro do seu amigo? Bom, como te disse livros que envolvem futebol não me atrai.. então esse naum entra na minha lista =D…

    HUGS =S!!!

  2. Não consigo gostar de futebol =X
    Se tem pessoa falando ou assistindo futebol perto de mim, eu saio de perto o.o''
    Então esse é um livro que eu não leria =/
    Bjus

  3. Bom, eu não sou uma amante de futebol, mas gostei muito da sua resenha e com certeza vou querer ler!
    Vai pra minha wish list!

    Mas pena que é tão fininho, 85 páginas só! ;~ haha

    Beeijos

  4. Ahh, gostei da resenha, parece ser bom, mas não sou muito ligada em futebol (ou em outros esportes haha ;P), mas vou recomendar a alguns amigos, e tenho certeza que eles vão gostar 😀
    beijocas!

  5. Gosto de futebol e assisto a todos os jogos do meu fluminense!! rsrs =)

    Mas não me agrada ler livros assim, que falem de futebol, prefiro ver as notícias de esporte mesmo!

    Mas gostei da resenha!! E parabéns para o autor!!

    Beijos

  6. Interessante, eu nunca tinha ouvido falar desse livro.

    Mas eu devo ser uma das únicas pessoas que não gosta de futebol e não tenho time.Aliás tenho um time sim, a Seleção Brasileira.
    Mas fora isso não sei muito bem as regras e nem vejo tanto assim os jogos.

    Mas já que o livro parece não falar só de futebol, mas a história do roubo, eu devo gostar.

    Bye